Sexta, 09 Outubro 2020 14:29

Coluna Sindijori

Escrito por
  1. Reajuste considerado ilegal
    O Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerou ilegal o reajuste da tarifa do transporte público realizado no ano de 2009 em Uberlândia. A decisão saiu 11 anos após o Ministério Público Estadual (MPE), por meio da Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor, ajuizar uma ação civil pública contestando o aumento do valor do serviço. A Prefeitura ainda não se manifestou sobre a decisão judicial. (Diário de Uberlândia)
     

  2. PUC Poços terá novos cursos 
    O Processo Seletivo Simplificado da PUC Minas, para ingresso em 2021, está com inscrições abertas, com novidades. Neste vestibular, com provas online ou pela nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), são oferecidos mais de 20 novos cursos de bacharelado, como o de Direito a distância; de graduação tecnológica com metodologias híbrida e a distância; e de Biomedicina e Odontologia, presenciais. (Jornal da Cidade – Poços de Caldas)
     

  3. Site comemorar 60 anos da UFJF
    Em 2020, a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) completa 60 anos de existência. E para celebrar a data, a Diretoria de Imagem Institucional irá lançar um site especial reunindo um acervo de memórias e histórias da instituição. A comemoração também irá englobar os 50 anos da construção do campus sede e oito anos do campus de Governador Valadares. O site de celebração aos 60 anos da UFJF funcionará como um espaço colaborativo. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)
     

  4. Clubes querem a retomada
    Os clubes sociais de Montes Claros solicitaram à Prefeitura de Montes Claros a retomada de suas atividades, tendo em vista que desde o mês de março estão com as portas fechadas, com os associados impedidos de frequentá-los e ainda amargando uma inadimplência altíssima, com ameaça de provocar a demissão de vários funcionários. Os dirigentes se reuniram com o presidente da Câmara Municipal em audiência e decidiu-se pelo agendamento de uma reunião por videoconferência com o prefeito Humberto Souto para tratar do assunto. (Gazeta Norte Mineira – Montes Claros0
     

  5. Justiça dá prazo para banco
    A Justiça Eleitoral de Caratinga analisou ação cautelar em que uma coligação relatava a suposta criação de impedimento por parte de bancos da cidade na abertura de contas dos candidatos. A argumentação das agências bancárias foi falta de funcionários suficientes e que os candidatos deveriam aguardar, distribuindo somente cinco senhas/dia. Por decisão da justiça, os gerentes dos bancos foram intimados para o cumprimento no prazo de três dias para a abertura de contas. (Diário de Caratinga)
     

  6. Minfra autoriza obras no Aeroporto
    O Ministério da Infraestrutura autorizou a emissão da Ordem de Serviço para obras de restauração e sinalização da pista do Aeroporto Regional do Vale do Aço, localizado em Santana do Paraíso. Serão investidos R$ 13,2 milhões em melhorias, que trarão mais segurança operacional ao aeroporto. Os investimentos serão divididos entre a União (91% dos recursos) e a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade de Minas Gerais (9%). (Diário do Aço – Ipatinga)
     

  7. Oncologia de Itaúna tem início
    Um sonho da população itaunense que tantos problemas enfrentava para o difícil tratamento oncológico em outras cidades, já é realidade desde o mês passado. E o primeiro paciente é do sexo feminino, uma jovem que manifestou sua satisfação em receber o tratamento pertinho da sua casa. Explicou que fez cirurgia em Belo Horizonte e que agora preferiu dar continuidade ao seu tratamento em Itaúna. (Folha do Povo – Itaúna)
     

  8. Bolsonaro garante nível do Lago
    O presidente Jair Bolsonaro assegurou ao senador Rodrigo Pacheco, em reunião na quarta-feira, que o Ministério de Minas e Energia irá garantir a cota mínima de 762 para a Represa do Lago de de Furnas, no Sul de Minas Gerais. O índice é considerado ideal por moradores, produtores e empresários do entorno do lago para a promoção das atividades como navegação, turismo, piscicultura e produção agrícola. Segundo Bolsonaro, o ministério vai determinar a contenção da vazão da água que sai de Furnas para abastecer a hidrovia Paraná-Tietê, em São Paulo. (Folha da Manhã – Passos)

Informações adicionais

  • Cidade: Além Paraíba - MG